segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Olá meninas! vou falar um pouco sobre os lindos e sofisticados espartilhos, que além de deixar a cintura super afunilada e os seios lá no topo (risos), deixa qualquer look super elegante.
Antes de tudo, vou contar um pouco da história desta pecinha que foi inventada séculos atrás e era considerado um grande vilão entre as mulheres.haha

História: 
O espartilho ou Corset surgiu por volta do século XVI, e tinha como objetivo manter a postura e dar suporte aos seios. Somente por volta do século XIX graças a invenção dos ilhóses e o uso de barbatanas de baleia que a atenção foi voltada para a cintura e teve início a era das cinturas minúsculas, conhecida como era Vitoriana. A peça caiu em desuso no início do século XX quando foi inventado o sutiã. Nos anos 40 ela foi usada pelas Pin-ups e inspirou Christian Dior, que criou o New Look. Nos anos 60 o espartilho se tornou um acessório do fetiche. No início dos anos 80 alguns estilistas trouxeram de volta à moda peças que antes tinham sido relegadas ao fetiche e dentre elas estava o Espartilho. Esse revival não durou muito, em 1990 apenas poucos espartilhos apareciam em coleções de estilistas famosos. Em 2010, o espartilho voltou à moda.
Do século XVI para cá os espartilhos mudaram bastante. No início eram feitos com tecidos pesadamente engomados, hoje usados em tapeçaria e reforçados com junco e cordas engomadas. Atualmente temos peças muito mais leves, feitas com barbatanas ortopédicas.
Existem vários tipos de espartilhos para todos os gostos, seja para usar debaixo de alguma roupa, seja para usá-lo sozinho apenas. Também pode ser usado como um apelo sexual.

Pin Ups

O espartilho ou Corset é um símbolo para as pin ups, assim como o batom vermelho. No Brasil, as Pin Ups voltarão a moda neste ano de 2010.

Vilão porquê?
O espartilho causa a pressão excessiva do abdome  e trás riscos, pois reflete nos órgãos internos e, consequentemente, no aumento da pressão venosa precipitando o aparecimento de varizes e inchaço nas pernas. Em casos extremos, isso pode causar uma trombose. A pressão interna também eleva o diafragma, modificando a dinâmica respiratória. O que pode levar à atelectasia, resultado da diminuição da ventilação pulmonar, o que pode provocar acúmulo de secreções e até uma infecção.
Com relação à pressão sofrida nas costelas flutuantes, a fim de moldá-las: elas são fáceis de quebrar por estarem presas apenas na parte de trás. Mas elas são assim justamente para não comprimirem o abdome e para protegerem os órgãos vitais.

E aí meninas, gostaram? Agora pra ficar ainda mais legal, que tal vermos alguns looks com estas pecinhas??
Let's go!













6 comentários:

  1. olá,venho através da agenda dos blogs e já estou te seguindo...http://deiartepaixao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii linda! vou seguir você também tá bom?! ;)

      Excluir
  2. Oi Ellen, belo post, acho muito lindo Espartilhos, mas pra mim acho que não fica legal, acho que é pelo fato de estar um pouquinho a cima do peso rsrs.
    Florzinha, faço parte da Agenda dos Blogs, estou lhe seguindo, deixo aqui o convite pra vc conhecer o meu cantinho, vc será bem vinda ! bjs
    Acessórios e personalizações de blogs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado linda, vou seguir você também tá bom ;)))

      Excluir
  3. Olá, conheci o seu Blog através do Agenda dos blogs e passei para conhecê-lo, aproveito para te convidar a participar do nosso grupo: https://www.facebook.com/groups/umamordeblog/. Beijão e sucesso!!!

    http://www.lucyemascarenhas.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza vou participar, vou te seguir tá linda? ;)))))

      Excluir